Qual a melhor chapa de hambúrguer? Confira agora mesmo!

06.11.2019

Escolher a melhor chapa de hambúrguer para o seu estabelecimento é, com certeza, uma das prioridades quando o assunto é equipamento para cozinha.

Afinal de contas, a sua qualidade interfere diretamente no resultado obtido. Ou seja, impactando diretamente na qualidade do próprio alimento em si!

Por exemplo, se a carne irá criar uma crosta crocante e saborosa, ou até mesmo se será possível chegar ao ponto desejado pelo cliente sem dificuldades.

Os equipamentos servem muito mais do que para apenas cozinhar. Pois, eles são ferramentas auxiliares na produção dos funcionários.

Neste artigo separamos algumas dicas que irão ajudar você a escolher a melhor opção para sua hamburgueria, continue lendo!

Onde surgiu o hambúrguer?

Para podermos servir um alimento da melhor maneira possível, precisamos entender sua história. O hambúrguer se tornou famoso no ano de 1904 nos Estados Unidos.

Mas é mais fácil dizer que foi o hambúrguer que descobriu a América. Conta-se que o mesmo foi trazido por imigrantes alemães que embarcaram no porto de Hamburgo.

Razão pelo seu primeiro nome no novo continente ser “hamburg steak”. Porém, os alemães não foram os inventores da carne moída.

Podemos traçar o costume de triturar a carne para consumo até nossos ancestrais mais distantes.

A ideia de colocar a carne entre dois pedaços de pão também não é tão complicada assim. Quando o pão foi inventado, cerca de 13 mil anos atrás, o hambúrguer surgia.

A origem da versão que conhecemos está ligada ao Império de Gengis Khan.

Khan e seus súditos tinham o costume de moer carnes duras para mastigar, e adicionar leite e ovo para dar liga e facilitar a alimentação.

Nos EUA, seu salto aconteceria em 1921 com o surgimento da primeira rede de lanchonetes no país: a White Castle.

Como escolher a melhor chapa para hambúrguer?

Quem abre uma hamburgueria se depara com um empreendimento bastante específico e entre suas particularidades está a chapa.

Isso porque existem diversos modelos bastante conhecidos. Mas, como escolher e determinar qual delas é a melhor para o serviço?

Essa é uma das dúvidas que mais ouço e por isso, quero começar falando dos dois tipos mais comuns de chapas que existem!

Tradicional:

Considerada a melhor chapa de hambúrguer quando o assunto é custo-benefício, esse equipamento é mais acessível que o outro tipo.

De modo que, é a mais vista em grande parte das hamburguerias simples. Ou seja, aquelas que trabalham com sanduíches simples, de qualidade convencional.

Sendo encontrada em diferentes materiais, indo desde o aço até as de cerâmica, porém, a melhor opção é a de inox.

Uma vez que, esse metal é fácil de se limpar, o tornando mais higiênico. Em geral, essa versão de chapa solta menos fumaça.

Fazendo assim, com que a coifa a seja utilizada no ambiente seja um modelo simples, de investimento baixo para moderado.

Outra vantagem desse tipo de chapa é que você ainda consegue preparar outros alimentos nela que irão acompanhar o hambúrguer, tais como:

  • Ovos;
  • Bacon;
  • Calabresa;
  • Pão (tostar);
  • Queijo;
  • Etc.

Por fim, para chapeiros com habilidade esse equipamento pode ser utilizado até mesmo para a montagem do prato!

Char Broiler:

Também conhecida como grelha, esse tipo de chapa pode ser até 40% mais cara que a mencionada acima e por isso, menos procurada.

Desse modo, ela é mais encontrada em hamburguerias gourmet/artesanais. Nas quais, o retorno sobre investimento permite sua aquisição sem prejuízos!

Isso porque para utilizá-la é preciso ter ainda exaustores e coifes mais potentes, já que ela solta muito mais fumaça que a tradicional.

Ou seja, o ambiente fica com cheiro forte e o ar esfumado se não tiver esses equipamentos de auxílio. Além disso, essa versão possui duas grandes desvantagens:

  • Para fazer sua limpeza é preciso de mais tempo e dedicação;
  • Não serve para a cocção de outros alimentos, já que os mesmos podem cair por entre as grades.

No entanto, mesmo com esses contras, ela é considerada a melhor chapa para hambúrguer devido ao gosto que deixa na carne.

Esse acaba recebendo um sabor defumado, semelhante a carne de churrasco. Afinal de contas, ela será feita no fogo e não de forma elétrica.

Justamente por isso, que essa é a mais buscada por hamburguerias mais sofisticadas, já que atribui mais suculência e textura ao prato!

Gás x Elétrica:

Outra questão a se considerar na escolha da melhor chapa de hambúrguer para o seu negócio é o fornecimento de energia/combustível.

Isso porque ambas as chapas podem ser encontradas nessas duas versões. Então, é preciso considerar precificação e as vantagens e desvantagens de cada versão!

  • Gás ou GLP: essa é a versão mais acessível que tem e para ser utilizada é necessário que o estabelecimento passe por vistoria e recebe um aval dos bombeiros. Isso porque apesar de mais barata ela é a mais arriscada. Afinal de contas, equipamentos a gás aumentam o risco de explosões e até mesmo escapamento da matéria-prima. Em relação ao consumo, essa é a opção mais econômica;
  • Elétrica: seu valor pode chegar a ser o dobro e, a longo prazo, seu consumo também é maior. Contudo, algumas das vantagens é que ela não necessita de aval para uso e ainda possui maior controle da temperatura. Dessa forma, é muito mais fácil obter o ponto de carne desejado pelo cliente. De maneira geral, ela é recomendada para uso pontual e não contínuo, devido ao alto consumo de energia.

Então, qual a melhor chapa de hambúrguer?a melhor chapa de hambúrguer

A resposta para essa pergunta irá depender apenas do tipo de estabelecimento que você deseja construir.

⦁ Simples: se você pretende investir em um negócio local de bairro, por exemplo, sem muita sofisticação a chapa tradicional é a melhor escolha. Isso porque o valor dela é bastante acessível e o valor pago pelos consumidores não exige um trabalho mais refinado. Ou seja, ela proporciona uma boa qualidade para um nível comum de serviço;

⦁ Gourmet ou artesanal: mas, se a pegada do seu negócio são hambúrgueres diferenciados a char broiler é uma opção melhor. Como dito antes, devido ao sabor que ela atribui a carne, fazendo com que as preparações tenham um toque a mais. Desse modo, o diferencial do seu negócio terá como um dos pontos em destaque o ponto da carne.

Claro que, é possível optar ainda pelo uso de ambas em restaurantes mais requintados. Uma vez que, a chapa tradicional poderá ser utilizada para a preparação de outros ingredientes.

Nesse caso ela irá facilitar o processo de preparação no qual, os insumos serão dispostos lado a lado.

Por exemplo, enquanto doura o bacon, frita o ovo e tosta o pão. Com isso, a produção se torna mais produtiva, ao contrário do que aconteceria ao usar frigideiras para cada insumo ser preparado!

Conclusão

Em resumo, a melhor chapa de hambúrguer é algo que varia de acordo com o estilo do estabelecimento e até mesmo, da matriz energética usada!

Durante a fase de planejamento do negócio, busque então analisar todas essas questões. Por fim, escolha sempre pensando na qualidade que busca oferecer e no:

  • Custo benefício;
  • Retorno sobre investimento.

O que você achou deste artigo? Deixe sua opinião nos comentários e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

Leia Também:

Compartilhar:

Luan

4 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suas informações foram enviadas com sucesso. Em breve nossa equipe entrará em contato.