Cardápio digital para food service: entenda o porque utilizar!

12.11.2019
O cardápio digital para food service é uma das tendências do ramo alimentício que mais vem sendo incorporada. Confira o porque utilizar clicando aqui!

Atualmente, o cardápio digital para food service é uma das tendências do ramo alimentício que mais vem sendo faladas e até mesmo, incorporadas em muitos negócios.

Isso porque essa tecnologia promete não apenas um aumento na eficácia dos processos de atendimento. Como ainda, traz como uma de suas vantagens a redução dos custos com:

  • Falhas nos pedidos;
  • Atualização de menu impresso;
  • Mão-de-obra excessiva;
  • Entre outras.

Mas, nem de perto essas são as suas únicas vantagens, já que podemos considerar também, a adaptação às novas formas de consumo.

Na era digital, cada vez mais os consumidores prezam pela automação. Afinal de contas, com ela os atendimentos, produções e diversos outros processos se tornam otimizados.

Uma melhoria que beneficia a aquisição desse cliente, tanto quanto quem produz que tem sua produtividade elevada.

Ou seja, tendo um melhor direcionamento de seus recursos humanos em relação ao tempo. Levando assim, a disponibilidade para diversas outras atividades de grande importância.

Então, ao longo deste artigo iremos mostrar o que é, como funciona e quais os benefícios do cardápio digital, confira!

O que é cardápio digital para food service?

O cardápio digital para food service é uma tecnologia de automação comercial especialmente voltada para os empreendimentos no ramo de bebidas e alimentos.

Seu objetivo de mercado é potencializar as vendas através da agilidade no serviço. Uma vez que, será o cliente quem irá realizar o seu próprio atendimento.

Desse modo, ele pode ser utilizado em bares, restaurantes, cafeterias, sistemas de delivery e muito mais!

Na maioria dos casos, o cardápio digital é veiculado em tablets. Mas, podendo ser utilizado ainda em celulares (apesar de ser uma tela limitada) e totens de autoatendimento.

Permitindo que os clientes acessem as opções e possam, dali mesmo, fazer seu pedido com direito a espaços de observações.

Essas são usadas, por exemplo, para pedir a retirada de um ingrediente ou informar uma alergia. Isso porque seu pedido é diretamente enviado para o sistema da cozinha.

O cardápio digital é um meio tecnológico que conecta o consumidor diretamente com quem produz sua comida/bebida, agilizando:

  • Processos internos;
  • Recebimento do pedido.

Mas, como o cardápio digital funciona exatamente?

O menu digital, outra forma pelo qual é conhecido, funciona como um sistema capaz de tornar o atendimento mais eficaz e ágil.

Pois, o cliente é que irá escolher e enviar seu pedido, reduzindo o tempo gasto ao falar com um atendente. Desse modo, como isso influencia no trabalho da equipe, certo?

Com essa nova forma de atendimento o que acontece é que a equipe de garçons e atendentes focam mais em outras atividades.

Tal como a entrega ágil do prato, retirada de dúvidas pontuais, etc. Eles são treinados para focar em outros pontos de melhor, por exemplo:

Imagine que a casa está lotada e todos os funcionários do salão sobrecarregados por seus respectivos setores de atendimento. Então, enquanto ele atende uma mesa que demora para realizar um pedido, o prato de outra já está pronto. Sua retirada leva mais tempo e com isso, a batata-frita do cliente já não chega tão quente e crocante como deveria!

Nesses casos vemos dois cenários possíveis, um cliente insatisfeito que nunca voltará ao estabelecimento, ou aquele que pede uma troca gerando um desperdício.

Entretanto, tudo seria diferente se o garçom tivesse um foco maior nessa entrega de pratos, não é mesmo?

Já na cozinha, o pedido chegará duas vezes mais rápido. Antes víamos garçons que celulares e tablets que emitiam o pedido para cozinha, o que já agilizava.

Contudo, apenas de não precisar perguntar o que o cliente quer e encontrar a opção em seu aparelho. Sendo tudo feito diretamente pelo cliente, o atendimento se torna ainda mais rápido!

Sem falar ainda nos funcionários que ficam no caixa, que recebem um andamento das contas automaticamente, precisando apenas fechá-la quando o cliente solicitar o pagamento.

Vantagens de adotar o cardápio digital para food service

Mas, agora que você já sabe um pouco mais sobre o que é e como funciona, quero falar das vantagens que esse tipo de serviço diferenciado favorece!

Sem sombra de dúvida o maior de todos os benefícios é a rapidez proporcionada por essa tecnologia. Mas, vale ressaltar que a rapidez abrange diversos pontos:

  • Atendimento (auto);
  • Preparo da comida;
  • Entrega sem erros;
  • Fechamento da conta.

Essa agilidade é possível pela questão de o cliente fazer seu próprio atendimento, dando espaço para que atendentes e garçons atuem com mais atenção nas demais funções.

Outras vantagens:

  • Redução no tempo de espera: com o cardápio digital integrado a um serviço de autoatendimento, mesmo com o estabelecimento lotado o serviço se mantém ágil. Afinal de contas, o cliente que fará seu próprio pedido. Ou seja, ele não precisa mais esperar para ser atendido reduzindo consequentemente, o tempo para receber seu pedido;
  • Melhoria nas vendas: outra coisa muito boa desse tipo de serviço é que os garçons e atendentes passam a vender melhor. “Como isso é possível?” Simples, ao invés de ficar tirando pedidos e explicando prato, pois, no menu digital eles ainda podem ser mais bem descritos. Ele ganha mais tempo para fazer boas sugestões, conhecer os clientes e trabalhar a fidelização ao atender as expectativas do consumidor trazendo a melhor experiência possível a ele. Ou seja, ganha-se tempo para trabalhar a relação entre ambos;
  • Posições de destaque: outra vantagem desse tipo de menu é que nele, fica muito mais fácil trabalhar a “engenharia do cardápio”. Por exemplo, dando mais destaque para um determinado prato ou bebida. Bem como, criando promoções sazonais e combos com maior facilidade, com redução dos custos pela não necessidade de impressão. É possível ainda fazer de uma forma mais harmônica a sugestão de acompanhamentos, o que pode aparecer no momento que o cliente seleciona algo. Ou até mesmo, descrito já fixamente;
  • Operações mais eficientes: sabe quando acaba algum item que está no cardápio que você havia escolhido e quando o garçom vem tirar o pedido fala que ele acabou? Geralmente perde-se muito tempo até escolher algo novo. Contudo, no cardápio digital é possível notificar essa falta assim que as matérias-primas acabam. Logo, ficando indisponível para pedidos e o cliente conseguindo rapidamente escolher outro item.

Existe alguma desvantagem no cardápio digital para food service?

Infelizmente, como tudo na vida é importante analisarmos os contras do uso de sistemas como o do cardápio digital, não é mesmo?

Apesar de toda economia que ele oferece e benefícios incríveis o maior problema é a adaptação ao seu uso, pois, nem todo consumidor se encontra disposto a tal.

Hoje, há muitas mudanças tecnológicas constantemente, mas, não é todo público que a acompanha. Por exemplo, pessoas mais velhas que sentem dificuldades em seu uso.

Bem como, clientes que preferem o atendimento habitual onde o garçom vai até sua mesa, explica dúvida por dúvida, anota o pedido, etc.

Mesmo que o autoatendimento seja para facilitar, alguns veem como uma dificuldade. Ou seja, o funcionário “trabalha menos e ela mais”.

Pensamentos como esse e a falta de adaptabilidade por parte de algumas pessoas podem ser barreiras na instalação de sistemas como esse.

Contudo, esse é um ponto negativo bem pequeno! Isso porque essa tecnologia vem se tornando cada vez mais presente e desse modo, a resistência de alguns consumidores acaba sendo quebrada.

Impactos na gestão e tomada de decisões

Anteriormente falamos das vantagens que o cardápio digital possui para um estabelecimento gastronômico e até mesmo, seus possíveis pontos negativos.

Outro aspecto importante de analisar ainda, é o administrativo. Uma das principais vantagens nesse aspecto é a facilidade de obter o feedback dos consumidores.

Isso porque eles podem receber facilmente um questionário simples com perguntas sobre o atendimento focado nessa melhoria.

Podendo ter espaço também para avaliações sobre a comida, é claro. Esse tipo de atitude ajuda no entendimento de como está sendo a:

  • Experiência do usuário;
  • Satisfação do cliente.

Destacando de forma pontual e até mesmo recorrente, quais são os pontos fortes e os fracos, sempre buscando melhorar e proporcionar mais qualidade!

Além disso, a tomada de decisões se torna muito mais consciente ao obter uma “média” da opinião de seu público.

Por estar integrado a um sistema de gestão automatizado, a geração de relatórios se torna possível. Ou seja, é o uso de análise de métricas através dos pedidos e pesquisas de opinião.

Tudo isso ficará disponível para um acesso facilitado no painel do sistema, o que melhora a identificação ainda dos itens mais consumidos e os menos.

Bem como, a forma que seus consumidores reagem a promoções, benefícios e muito mais.

Com esses dados ficam mais fácil saber onde investir e quais ações tomar. O que leva assim, a um crescimento cada vez mais assertivo e controlado!

Conclusão

Em resumo, foi possível ver neste artigo o que exatamente é um cardápio digital e como essa tecnologia de automação comercial traz inúmeros benefícios para esse tipo de comércio.

Indo desde a geração de economia até o melhor emprego do tempo dos funcionários. O que faz assim, com que além de mais produtivos eles se tornem melhores vendedores!

Com tecnologias como essa a fidelização de clientes e o consequente aumento nas vendas se torna muito mais fácil.

Mas, você ainda possui alguma dúvida sobre seu uso? Deixe-a nos comentários para que possamos lhe ajudar.

Leia também:

Luan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suas informações foram enviadas com sucesso. Em breve nossa equipe entrará em contato.