Garçons x Cardápio digital – Saiba qual a importância e o papel de cada um

15.02.2021

A princípio, observando o desenvolvimento das tecnologias dentro do universo do Food Service, somos capazes de afirmar que dentre todas elas, os cardápios digitais conquistaram de maneira definitiva a atenção necessária para demonstrarem que realmente são úteis e importantes dentro do dia a dia corrido de um restaurante e seus similares. 

Apesar da sua implantação agregar vantagens perceptíveis e inegáveis aos estabelecimentos que contratam esse tipo de serviço, ainda assim algumas questões são levantadas por muitos proprietários do ramo, como:

“Mesmo com um cardápio digital, precisarei manter os meus garçons?”

“Como devo instruir os meus garçons na utilização deste tipo de serviço?”

“Devo manter as taxas de serviço após a implantação do meu cardápio digital?”

Todas essas questões acima são válidas e possuem respostas simples. Contudo, para saber quais são as respostas e ainda conferir vários assuntos que irão agregar no seu cotidiano, continue a leitura até o fim.

Todavia, antes quero pedir licença para aqueles que já estão bem avançados no assunto!

A princípio, vamos fazer uma simples explicação aos que são novos no universo do food service e que querem saber mais sobre a inserção dessa tecnologia.  

Então, se você que já está por dentro do assunto, sugerimos que comece a sua leitura direto no subtítulo “Garantia de aumento do ticket médio do local”.

Cardápios Digitais para atendimento presencial

Para você que está por fora do assunto e ainda não sabe o que é um cardápio digital (ou menu digital), em suma, podemos te dizer que existem vários tipos e estilos no mercado (confira aqui alguns desses) e que eles são praticamente sistemas on-line utilizáveis por meio de celulares e tablets. 

Indo mais a fundo! Muito provavelmente você já deve ter sido atendido em algum restaurante por garçons que portavam smartphones e faziam as anotações dos seus pedidos por ali mesmo, certo?

Muito provavelmente, naquele momento, ele estava utilizando um desses sistemas on-line. 

Os cardápios ou menus digitais não pararam por aí!

Atualmente, com o avanço das ideias, e graças a pessoas que ficaram insatisfeitas com a demora nos atendimentos pessoais, em vários estabelecimentos quem manda a comanda direto para a cozinha ou bar, são os próprios clientes.

E como isso funciona?

Sobre a mesa, em um cavalete, ou na comanda, deve haver um o QR Code disponível. Ao identificar o QR Code, o cliente deve pegar seu celular, ativar a câmera e apontá-la para ele. Pronto!

Dessa forma, ele consegue acesso a todos os itens cadastrados daquele estabelecimento. Além disso, ressaltamos a liberdade em poder levar o tempo que precisar para fazer as escolhas, e ainda, poder pedir várias e várias vezes sem ter que ficar chamando o garçom.

(Ele também tem a opção de acessar o link do cardápio daquele estabelecimento,  disponibilizado na maioria das vezes, em seus perfis nas redes sociais).

Resumindo tudo o que acabamos de falar.

Em suma, você vai encontrar hoje no mercado dois tipos principais de cardápios digitais. Aqueles que são manejados pelos garçons via smartphones e tablets, assim como, aqueles que são acessados pelos próprios clientes através de QR Codes ou links.

Importante!

Não podemos deixar de acrescentar que, desde que a crescente necessidade do distanciamento social surgiu, resultado da pandemia do Covid-19, imediatamente a importância dos métodos automáticos foram colocados em cheque. Em seguida, fazendo com que algumas tecnologias que estavam sendo inseridas de maneira lenta em nosso cotidiano, fossem empregadas imediatamente e com mais força.

Foi a partir daí que percebeu-se o quanto um objeto que é passado de mão em mão, em um food service, é prejudicial a saúde.

Várias doenças, como a giardíase por exemplo, podem ser transmitidas de maneira extremamente fácil através de objetos tocados por pessoas que não fizeram a higienização correta das mãos.

O mundo está mudando e a tecnologia avança a cada dia mais 

Nós do qrpedir, sentimos isso na pele com a alta procura dos nossos serviços em 2020 após o mês de março.

Aliás, a alta na procura vem se mantendo até hoje.

Logo, acreditamos que todos estabelecimentos aderiram a essa nova solução, ao passo que observarem e reconhecerem a sua importância.

Enfim, agora que você já sabe como funciona o cardápio digital, continue a leitura para conhecer mais vantagens.

Garantia de aumento do ticket médio do local.  

Entre uma das grandes vantagens do cardápio digital, a possibilidade de alterar, incluir ou remover produtos em tempo real e em poucos segundos, se destaca. 

Graças a essa possibilidade, o estabelecimento pode, por meio de iniciativas simples, aumentar o seu ticket médio. 

Nesse sentido, seria muito interessante criar promoções como, a promoção do dia, ou as promoções relâmpago. Afinal, essas podem aproveitar produtos próximos a data de validade, que se não tiverem saída em alguns dias, serão descartados.

Economia, lucro e desperdício zero!

Simultaneamente, as promoções também podem ser criadas com outros objetivos, como para aumentar a venda de certo produto que não possua tanta saída por exemplo.

Definitivamente, a capacidade de colocar e remover produtos em tempo real no cardápio, te ajuda a evitar certos desconfortos e garantir aumento do ticket médio.  

Zerou no estoque! Exclua rapidamente a promoção ou o produto do seu cardápio.

Garçom x Cardápio Digital

O cardápio ou menu digital não substitui completamente a necessidade da presença de garçons em certos tipos de “food services”.

Nos estabelecimentos aonde os atendimentos são feitos nas mesas, os garçons são necessários para encaminhar a cada uma delas, os pedidos assim que estes estiverem prontos.

Em alguns casos, um cliente ou outro pode apresentar a preferência de ser atendido de maneira tradicional. 

De antemão conseguimos ver que  o surgimento e implantação da tecnologia do cardápio digital, não será o fim dessa profissão, ainda sim, trará a redução da necessidade de mão de obra para atender clientes.  

A importância da permanência dos garçons

Já falamos acima de alguns pontos que determinam a importância da permanência de alguns garçons nos estabelecimentos. Vamos trazê-las de volta e discutir um pouco mais sobre elas.

Atendimento pessoal

Sempre existirão pessoas que possuem mais dificuldades que as outras, e se tratando das tecnologias atuais, podemos esperar que, quanto mais idade uma pessoa tem, ainda mais ela demorará para se adaptar, e ainda, independentemente da idade, há quem simplesmente goste de ser atendido por outra pessoa. 

Nesse sentido, para essas, a presença do garçom e a garantia de um atendimento pessoal e de qualidade é simplesmente indispensável, tanto para auxiliar no caso de dificuldades com o novo método de se fazer pedidos, quanto para quem gosta e irá manter hábitos vistos como tradição.

Entrega de pedidos na mesa e limpeza.

Eventualmente, o cardápio digital irá resumir os serviços do garçom, em quase toda sua totalidade, nos atos de servir os pedidos na limpeza das mesas. Dessa forma, diminuindo a quantidade de mão de obra necessária.

OBS.: Alguns garçons também serão necessários para atender clientes que desejam atendimento tradicional.

Garçons preparados para qualquer situação.

Apesar da presença do cardápio digital excluir quase totalmente a tarefa de fazer pedidos, ainda assim, o seu garçom deve estar preparado para qualquer tipo de situação. Acima de tudo, ele deve estar atento a necessidade de cada cliente.

Portanto, treine seus colaboradores, tanto para recepcionar e perceber se existirá a necessidade de anotar pedidos, quanto, para ensinar a cada um de seus clientes que estiverem dispostos a utilizar o novo método.

Taxa de serviço

Antes de começarmos a tratar desse assunto, anteriormente devemos nos lembrar que a taxa de serviço, amparada pela lei da gorjeta, não é obrigatória nem ao cliente nem ao estabelecimento (saiba mais sobre clicando aqui).  

Por isso, decidimos falar sobre essa taxa com você, já que essa é uma questão que vem sendo levantada por alguns dos nossos clientes. A questão seria:

 “Devo manter as taxas de serviço após a implantação do meu cardápio digital?”

A indicação do qrpedir é sim!

Vamos a justificativa.

A taxa de serviço é algo que deve ser cobrado pela qualidade do serviço oferecido e não pela quantidade.

Caso um cliente decida não pagar a taxa, essa decisão será pela falta de qualidade de todos os serviços oferecidos, e não por conta da frequência em que o garçom ficou indo em sua mesa.

Manter a taxa de serviços garante aquele “gás” a mais aos seus colaboradores!

Importante!

Sugerimos também que, todavia seja feita a rotatividade dos atendimentos, dessa forma cada garçom se responsabiliza intercaladamente pela ordem de chegada dos clientes.

A porcentagem da taxa será dividida de maneira  correta entre cada um. 

Para finalizar

Acreditamos que por meio deste artigo tenhamos sido capazes de te mostrar o quanto esses dois serviços são extremamente importantes para o desenvolvimento e crescimento do seu negócio. Um definitivamente complementa o outro.

Indicação de artigo: “Como aumentar o ticket médio do seu restaurante…”.  

No mais, agradecemos por ter acompanhado a leitura até aqui. 

Esperamos ter ajudado, e te desejamos muito sucesso! 

Nayara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suas informações foram enviadas com sucesso. Em breve nossa equipe entrará em contato.